Questão de opinião: o seu trabalho vale o seu salário?

Esta semana vi divulgado no blog do Vinícius Ghise, um dos profissionais de marketing digital que sigo no Twitter (e indico a todos fazerem o mesmo), uma pesquisa falando sobre “profissionais em alta na crise”. Não cheguei a ler, mas salvei no Pocket e já estava na lista para ler em alguns dias. Daí que me deparei com a mesma pesquisa sendo divulgada por um link do G1 num grupo de profissionais de Social Media no Facebook. É curioso perceber a diferença de abordagem nos dois ambientes, parece gente “pró-governo” x “anti-governo” discutindo o otimismo e pessimismo no país.

Quando abri para ler os comentários do Facebook, já sabia qual seria a reação das pessoas – o próprio Vinícius ratificou o salário “fictício” divulgado na pesquisa. Mas, vamos lá, analisar a descrição da profissão de Analista de marketing digital – segundo lugar dentre os oito cargos divulgados entre os “em alta na crise”:

O que faz: responsável por todo o desenvolvimento, execução e mensuração da estratégia on-line: website, e-commerce, redes sociais, marketing de conteúdo como um todo, além de todas as plataformas on-line. Profissional em contato direto com agências de publicidade e conhecimento de ferramentas como Google adwords, Google analytics, SEO, SEM, CRM, entre outros;

Setor: empresas que tenham uma estratégia on-line;

Motivo: mundo on-line é cada vez mais importantes e as empresas têm percebido que, para estarem mais próximas de seus públicos-alvo, precisam investir na área digital;

Salário: R$ 4 mil a R$ 6 mil;

E aí eu me pergunto: será que as pessoas leram do que se trata a profissão? E mais, se leram, será que elas realmente fazem isso tudo? Será que elas pensam o marketing digital de forma estratégica, elaborando um planejamento denso e pautado em resultados e análise de métricas? Será que eles conseguem analisar o impacto de suas campanhas no Facebook, ou fazem de qualquer jeito sem ao menos se preocupar com o bom desempenho do CPC? Será que essas pessoas buscam se informar mais sobre a área, participando de eventos/palestras, seminários, ou ficam só no Facebook discutindo trabalho alheio?

Não quero chutar ninguém (talvez um pouco, mas é uma crítica construtiva), quero apenas colocar em pauta para reflexão se você é um profissional que busca se diferenciar dos demais ou se é apenas um profissional medíocre. Talvez você seja e não saiba; talvez este post te faça refletir e você comece a buscar estudar mais sobre o mercado e a área na qual você trabalha; ou talvez você saiba, tenha preguiça e queira ficar por isso mesmo – reclamando de salário, de estágio que pede muito e paga pouco, de vagas que pedem demais e oferecem de menos (não que estes estejam certo, mas, enquanto reclama, você pode buscar se capacitar melhor).

Realmente, não tá fácil pra ninguém, mas ficar o dia inteiro maratonando Narcos no Netflix não vai ajudar em nada (talvez ajude, mas em menor dose). Se você ainda não entrou na área, já postei aqui um texto que pode ajudar muito a te orientar para onde ir ao começar. Se você já é da área/do mercado mas fica fazendo sempre a mesma coisa, não dá atenção para as oportunidades que o ambiente digital te oferece (não fazer um trabalho baseado em métricas ou olhar apenas métricas “de vaidade” é inaceitável), mude. Pesquise, leia, estude. Só não vale reclamar quando não derem valor ao seu trabalho porque tem gente muito melhor e mais eficiente fazendo o que você faz – e se destacando por isso.

Anúncios

Um comentário sobre “Questão de opinião: o seu trabalho vale o seu salário?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s